Buscar
  • Andrade Ribeiro

AR300: exemplo de sustentabilidade na construção civil



Nos últimos anos, o uso consciente dos recursos naturais e a preservação do meio ambiente ganharam espaço no planejamento estratégico das organizações. Isso porque, a sustentabilidade se tornou pilar do desenvolvimento econômico e social.


Isso pode ser visto, principalmente, na construção civil. Já que, segundo o Conselho Internacional da Construção (CIB), é o setor industrial que mais consome os recursos naturais e utiliza energia de forma intensa.


Um exemplo de sustentabilidade na construção civil é o A.R.3000, localizado no bairro Cabral, em Curitiba. Esse empreendimento, que possui a certificação Leed Platinum, recentemente recebeu o prêmio Saint Gobain de sustentabilidade.


Esse moderno edifício coorporativo, que carrega toda a qualidade e tradição da Construtora Andrade Ribeiro, é referência em projetos sustentáveis na construção civil, sendo certificado pelo Green Building Council Brasil (GBC) com o selo Leed Platinum, mais alta classificação da metodologia do GBC.



Importância da sustentabilidade na construção civil


Além da indústria da construção civil ser o setor que mais consome recursos naturais e utiliza energia, ela também responde por cerca de 50% de todos os resíduos sólidos gerados pelos seres humanos.


Em contrapartida, o setor cria soluções inteligentes em moradias, espaços comerciais e urbanização em geral. Dessa forma, gerando qualidade de vida, acessibilidade, emprego e renda para os indivíduos.


Portanto, uma vez que a construção civil possui tamanha relevância econômica para o país, e ajuda no desenvolvimento social, é crucial que esse setor adote práticas sustentáveis nas atividades.


A sustentabilidade na construção civil pode ser aplicada em diversas etapas. Desde o uso de materiais alternativos e ecologicamente corretos, passando por métodos construtivos mais eficientes e menos poluentes, até aplicação de tecnologias que economizem energia e reaproveitem recursos naturais.



Exemplos de ações sustentáveis na construção civil:


  • Soluções que reduzem/otimizem o consumo de energia e água;

  • Projetos que aproveitem recursos naturais, como luz, sol e ar, de forma a melhorar a qualidade de vida dos indivíduos;

  • Gestão de resíduos;

  • Aplicação de materiais/tecnologias que reduzem a necessidade de manutenção dos projetos e aumentem a vida útil da obra;

  • Implantação/revitalização e/ou incorporação de áreas verdes no entorno da obra;

  • Uso de mão de obra local;

  • Projetos que reduzam a formação de ilhas de calor;

  • Canteiro de obra com baixa emissão de poluentes, ruídos, resíduos, etc;

  • Empreendimento com baixo impacto na mobilidade urbana;

  • Tecnologias de conforto termoacústico;

  • Projetos que assegurem acessibilidade;

  • Projeto luminotécnico que aproveite ao máximo a iluminação natural;

  • Uso de selos de produtos, sistemas ou certificações sustentáveis;

  • Utilização de materiais e produtos reciclados e/ou recicláveis;

  • Aplicação de modelos que permitem otimizar recursos ou prever a quantidade certa de materiais.


A.R.3000: Exemplo de projeto sustentável


A localização do A.R.3000 não poderia ser outra: uma das regiões mais nobres e verdes de Curitiba, o bairro Cabral. Afinal, a capital paranaense é uma das cidades mais inteligentes e sustentáveis do mundo. Nesse aspecto, o empreendimento agrega ainda mais tecnologia e sustentabilidade à cidade.



Recentemente, o empreendimento ganhou o 7° Prêmio Saint-Gobain de arquitetura sustentável, na modalidade de edificação comercial. Uma iniciativa do Grupo Saint-Gobain, a premiação visa reconhecer e incentivar projetos arquitetônicos com soluções sustentáveis em critérios como:

  • conforto do ambiente;

  • economia de energia;

  • equilíbrio entre iluminação natural e artificial;

  • conforto termoacústico;

  • ambientes adaptados ao usuário;

Objetivos que o A.R.300 atendeu por meio da aplicação de soluções inteligentes e, consequentemente, obteve além do prêmio Saint-Gobain de sustentabilidade, a mais alta certificação do Leadership in Energy and Environmental Design (LEED).


Certificação sustentável LEED


Usado em mais de 160 países, a certificação LEED é um sistema internacional de validação e orientação ambiental para construções com foco em sustentabilidade. Os projetos que buscam o selo LEED precisam ser avaliados em 8 categorias:


  • Processo Integrado

  • Localização e Transporte

  • Terrenos Sustentáveis

  • Eficiência Hídrica

  • Energia e Atmosfera

  • Materiais e Recursos

  • Qualidade do Ambiente Interno

  • Inovação

  • Prioridade Regional


Conforme o projeto for atendendo os pré-requisitos de cada uma, obtém créditos LEED, que funcionam como pontos na certificação. Os níveis são: Certificado, Silver, Gold e Platinum. A pontuação mais alta é a platinum, que significa que a obra obteve mais de 80 pontos, dos 110 pontos possíveis.



Portanto, ambas validações comprovam o fato do A.R.300 ser um grande exemplo de sustentabilidade na construção civil. Os principais recursos utilizados no empreendimento foram os vidros de proteção solar Cool Lite KNT aplicados na fachada do prédio.


Os vidros duplos de alto desempenho energético evitam o excesso de radiação solar e bloqueando completamente os raios UV. Dessa forma, contribuem tanto para economia de energia quanto para garantir conforto térmico e acústico. Estima-se que essa tecnologia gere economia de 38% no consumo de energia e redução no consumo de ar-condicionado em 26%.


Quer saber mais sobre este empreendimento moderno e sustentável? Clique aqui e confira!


Incorporação e Construção

Comercialização:

Contato Vendas: (41) 3323-3333

Contato Administrativo: (41) 3336-8686

Alameda Princesa Izabel, 1808, Curitiba-PR | CEP: 80730-080

  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Instagram Ícone